Vitor Araújo | Bate-Papo

07 de Abril de 2009

Pianista pernambucano de apenas 18 anos que vem se destacando por suas improvisações em obras eruditas consagradas. Apesar de ter seu trabalho mais calcado na música erudita, o músico passeia pelo jazz e pela música popular brasileira, com um repertório que passa por Villa Lobos, Claudio Santoro, Luiz Gonzaga e até Radiohead. Na Mostra Internacional de Música de Olinda, tocou ao lado de nomes como Naná Vasconcelos, Egberto Gismonti, Yamandú Costa e Hamilton de Holanda, entre outros.

Perguntas

  1. Sobre esta última composição que você apresentou, "Solidão n° 1", ela é recente? Por que este título?
  2. Qual a sua principal influência na MPB?
  3. Você toca com o corpo todo, inclusive com a sensação. Por que você toca dessa maneira?
  4. Que imagem marcou mais a tua vida e que te inspira para fazer música?
  5. Como é o atual cenário da música instrumental em Pernambuco? É a sua primeira vez em São Paulo?
  6. Como você acha que os jovens absorvem a sua música?
  7. Onde você busca inspiração quando você compõe?
  8. Você tem o ouvido absoluto? O que precisa para ter o ouvido absoluto?
Voltar ao topo

Programação SescTV

24 de Julho

  • 11:00Passagem de Som - Renato Saldanha
  • 11:30Instrumental Sesc Brasil - Renato Saldanha
  • 15:30Passagem de Som - Labirinto
  • 17:00Instrumental Sesc Brasil - Hurtmold & Paulo Santos
  • 18:30Passagem de Som - Los Protones
programação completa